A próxima jornada do Ciclo de Teologia Prática, no próximo dia 11 de dezembro, deverá olhar para dois dos “espaços” de proposta da fé e de educação no estilo de vida cristão: a família e a Igreja.  Jorge Cotovio refletirá sobre o papel da família enquanto espaço natural e primeiro da proposta da fé, numa sessão titulada “A família como locus educativo e de gestação da fé”. Segue-se a sessão orientada por José Henrique Pedrosa, que oferecerá um modelo original de olhar a comunidade cristã enquanto comunidade educativa.

O segundo módulo deste Ciclo de estudos teve já o seu início no passado dia 27 de novembro, numa jornada em que a temática foi contextualizada.

Foi, por um lado, oferecida uma perspetiva sobre a educação enquanto meio para atualizar os dons recebidos de Deus. Será esse o sentido primeiro da palavra educar na sua etimologia latina: ex ducere, isto é, conduzir para fora. Maria Angeles de los Rios, orientadora da sessão “Educar: fazer desabrochar um dom recebido”, sublinhou que o cerne do processo educativo está em ajudar a pessoa a tornar-se em ato aquilo que ela é em potência. Este será o significado mais radical do repto exigente do Cristo: “Sede santos porque o Pai é Santo”; ou seja, “sê tu mesmo, nada mais do que tu mesmo, mas totalmente tu mesmo!”, na realização plena dos dons acolhidos de Deus. Por muito que a proposta da fé deva incluir a oferta de conteúdos dogmáticos, ela apenas será frutífera na medida em que se traduza numa descoberta de Deus a um nível mais profundo e radical da existência do homem.

Por outro lado, os participantes foram convidados à percepção de que a proposta da fé é inserção numa história de vida cristã, que é também um itinerário de dinâmicas de transmissão e proposta evangélica. Marco Daniel Duarte, na sessão “‘Transmito-vos o que recebi’ (1Cor15,3): inseridos numa história de fé” sublinhou que aquilo que a história da Igreja custodia, com todas as características de um caminho humano, é o kerygma herdado das primeiras comunidades, cuja força de vida é alimentada pelo Espírito. Esta percepção de que somos simultaneamente herdeiros de um anúncio e construtores da história à luz desse anúncio não nos deve ser distante na hora de propor a fé e o estilo cristão.

Modulo Interdisciplinar